Administração: o segundo curso mais procurado do Brasil

Você sabia que são mais de 700 mil estudantes matriculados em curso superior de Administração no País? E o Mundo Universitário convidou Rodrigo Lira, também apresentador do programa e professor universitário de Administração, na Universidade Candido Mendes.

Isabelle Bento – Qual o cenário para esse profissional?

Rodrigo Lira – Primeiro, obrigado pelo convite. Fiquei muito feliz em estar do outro lado agora. Sempre foi um desafio muito grande, porque eu nunca fui jornalista para fazer esse papel de entrevistador. E agora aqui do outro lado participando, falando de Administração. Eu sou administrador, além de ser professor do curso de Administração.

Quando se diz que é o segundo curso mais procurado do Brasil não é à toa. É um curso versátil e com muita empregabilidade. Então, é claro que os alunos acabam procurando pelo curso de Administração por esse motivo. É uma formação generalista que permite, em função dessa característica, uma formação profissional bem ampla. Na área financeira, que é uma área muito demandada no Brasil. Muitas empresas têm dificuldade em planejamento financeiro, as próprias pessoas têm essa dificuldade. Área de Recursos Humanos, área de Marketing, que é estratégica nas organizações, área de gestão da produção. São várias áreas importantes passíveis de atuação por esse profissional.

Isabelle Bento – Quando o aluno começa a estudar, ele já precisa avaliar qual a área de maior identificação para que assim que se formar já ter esse foco para ingressar no mercado de trabalho?

Rodrigo Lira – Essas áreas que falamos são representadas no curso por meio das disciplinas. Quando o aluno se depara com essas disciplinas, é claro que ele se identifica com uma ou com outra. E normalmente é nessa área que ele vai fazer um investimento maior na carreira dele. Principalmente, no momento de produzir o Trabalho de Conclusão de Curso. Esse aluno acaba optando em debruçar de uma forma mais profunda nessa área de maior afinidade. E isso é importante porque acaba em um processo seletivo posterior, isso faz a diferença. Se ele faz um TCC na área de marketing, numa área de finanças, ou em outra, tem um destaque maior em uma seleção profissional posteriormente, já que fez um aprofundamento no final do curso nessa área específica.

Isabelle Bento – Um estágio também seria uma excelente ajuda para se encontrar nessas áreas da Administração, que são várias?

Rodrigo Lira – Administração tem muito método, muita técnica que pode ser aplicada nas empresas. Mas obviamente é importante a prática. Um curso eminentemente prático, inclusive faz muito mais sentido para o aluno em sala de aula, a partir do momento que ele faz um estágio. Consegue perceber aquela teoria na prática. Existem alguns cursos que observam essa necessidade. As próprias instituições desenvolvem núcleos com esse objetivo de auxiliar o aluno a conseguir estágios no mercado de trabalho e também desenvolvem algumas disciplinas que promovem essa prática dentro do curso. São disciplinas relacionadas a desenvolvimento de projetos, simulação empresarial, que fazem parte de uma formação de excelência para o aluno.

Isabelle Bento – Na Candido Mendes tem a Empresa Júnior que deve ser uma excelente oportunidade para os estudantes de Administração.

Rodrigo Lira – É verdade. Estávamos falando de projetos, de possibilidades de prática da teoria. A Empresa Júnior é uma dessas possibilidades. É um projeto onde o aluno participa de uma simulação empresarial. Apesar do nome Empresa Júnior, é uma associação gerenciada pelos alunos da instituição com esse objetivo: mostrar a prática ainda que no âmbito acadêmico. A gente percebe que o mercado profissional requer uma experiência muito grande. Muitos alunos questionam que até para estágio estão exigindo experiência e como ter se nunca trabalhou. Então, a Empresa Júnior e esses projetos no âmbito acadêmico servem também para isso. Eu sou suspeito para falar porque eu sou ex-empresário júnior. Assim que eu me formei, com a experiência de consultoria empresarial, algumas empresas já me chamaram para trabalhar no ramo. Eu trabalhei mais, antes de me dedicar à área acadêmica, como consultor empresarial, que é uma das possibilidades de atuação profissional do Administrador.

Isabelle Bento – Além da Empresa Júnior, como funciona o curso de Administração?

Rodrigo Lira – Aqui na Candido Mendes o curso é muito tradicional. Já formou gerações de empresários, de administradores bem sucedidos aqui na região. Tem bons desempenhos, não só junto ao Ministério da Educação como no Enade (são sempre os melhores índices), mas também em termos de empregabilidade. Normalmente, as empresas procuram a Universidade quando precisam suprir seus quadros funcionais, com profissionais com este perfil. Muitas só contratam aqui na Candido Mendes. É muito bacana termos esse reconhecimento do mercado como um todo.

Aguarde, realizando operação...
CLIQUE PARA ACESSAR: